Encontro lido e escrito em vidas: uma experiência em Reggio Emilia

 

*Letícia Chaves

Estar em Reggio Emilia, conhecer suas escolas, suas pessoas, suas experiências. Respirar aquele ar, sempre com a natureza a sua volta. Sentir-se iluminar com o sorriso daquelas crianças. As cores que, harmonicamente, se dispõem nos espaços, em todos os espaços. Os cheiros, os sabores, as partilhas, as falas, cartazes e olhares que comunicam. E como comunicam! O que comunicam? Um sentimento de pertença, dos que de lá vem, dos que lá escolheram viver. A expressão da criatividade, das singularidades, da potência, que surge do desejo de conhecer, de construir, de ser.

 

Existências que encontram solo fértil entre o que há de igual, entre as diferenças, entre crianças e adultos, entre os espaços, mas, sobretudo, entre a curiosidade, o desejo, o afeto e o princípio inalienável de instigar, promover a descoberta e construir coletivamente. A vida enquanto expressão de si com o outro, com os seus espaços. Pessoas potencializadas pela comunidade, comunidades fortalecidas, integradas, renovadas a cada novo ser. Mais do que um projeto pedagógico, um projeto ético, político, social, de respeito à plenitude da vida, tão coerentemente marcado pelo respeito, cuidado e espaços, geográficos e simbólicos, destinados às suas crianças.

 

Relações contínuas de ação e de reflexão, a intenção da descoberta revelada em cada palavra, gesto, escuta, registro. A beleza que se apresenta no inusitado. A transformação de materiais, de mentes, das realidades objetivas e subjetivas. Uma rotina marcada pelo respeito ao tempo: tempo de chegar, de comer, de decidir, de fazer, de partilhar, de aprender em todos, com todos, em cada um destes tempos. A integralidade da vida e dos conhecimentos. O espaço da dúvida e do questionamento. Um projeto que tem o caminhar como meta, pois a chegada se dá a cada troca, a cada dúvida, a cada encontro.

 

Estar em Reggio Emilia é ter renovada a fé na vida, no trabalho coletivo que, apesar de árduo, floresce com cores novas a cada dia.

 

 

*A autora é psicóloga, atua como consultora associada na ESSE Consultoria e participou do Grupo de Estudos para América Latina em Reggio Emilia, no mês de maio/2013.

lelachaves@gmail.com

17/06/13

voltar

Sobre a ESSE

 

Com o provérbio latim Ab esse ad posse – De ser, a saber – da existência das coisas, podem-se estar certos da sua possibilidade. Aqui está a ESSE e são muitos os seus caminhos.

Esse Consultoria Ltda 2011. Todos os direitos reservados.
Endereço: Av. Tancredo Neves, nº 620
Condomínio Mundo Plaza, sala 1005
Caminho das Árvores - Salvador - BA
Telefone: 71 3036-3009