Gerente de Projeto faz a diferença em Programas Organizacionais

 

Alesandra Limaverde*

 

 

Partindo da premissa de que onde houver uma prática educativa, existe uma ação pedagógica, é possível para o pedagogo e profissionais de áreas afins inserirem-se em novas realidades. Dessa forma, o profissional de educação sai do espaço exclusivamente escolar para se inserir em um novo espaço de atuação com uma visão redefinida das suas atividades.

 

“Verifica-se hoje, uma ação pedagógica múltipla na sociedade.

O pedagógico perpassa toda a sociedade, extrapolando o âmbito escolar formal,

abrangendo esferas mais amplas da educação informal e não-formal.”

(LIBÂNEO, 2002, p.28)

 

Atualmente, a educação tem se transformado no principal insumo, para enfrentar os vários desafios existentes nela e em todos os seus segmentos, que foram gerados pela globalização e pelos avanços tecnológicos. Para que haja um bom aproveitamento dessa nova tecnologia, no âmbito organizacional, é necessário que o integrante de uma organização, além do conhecimento técnico, seja capaz de compreender e fazer o uso adequado desses recursos, além de ter consciência de quem é e da sua identidade profissional, saber relacionar-se bem com os demais parceiros, expressar seus pensamentos e opiniões de forma clara e coerente, ou seja, saber relacionar-se com o grupo a qual faz parte, percebendo-se como sujeito aprendiz e produtor de conhecimento.

 

As características acima citadas são exigências da realidade de algumas empresas do mercado de trabalho que passou a ter um olhar voltado para questões como o ser, o compreender e o aprender a aprender, quando há pouco o que mais importava era apenas o fazer condicionado e pontual. Nessa nova percepção do profissional como ser integral e integrado, surge a necessidade de um especialista no campo do aprendizado e da formação pessoal, social e profissional. Para isso, esse novo profissional precisa construir competências específicas como perspicácia, observação atenta e criteriosa, envolvimento com a equipe, vontade de ir mais além do esperado, criatividade para mobilizar a equipe, respeito pelo limite do outro, olhar atento e sensível para as especificidades de cada indivíduo e do grupo, apoiando-o, ouvindo suas necessidades e sugestões, reforçando sempre a importância da parceria na realização de um trabalho em grupo.

 

Considerando a ESSE Consultoria, o consultor associado a ela pode desenvolver atividades em algumas frentes, como Líderes em diferentes linhas de atuação e Gerente de Projeto.

 

O Líder das diferentes linhas fica responsável pelas ações que fortaleçam e apoiema instituição na sua prática e na tradução da sua identidadeconsiderandoà missão, crenças e valores da Organização, Programa e/ou Projeto a qual esteja inserido. Para isso é imprescindível que esse profissionaldesenvolva competências que favoreçam o alinhamento de ações de todos os associados e dos representantes das instituições clientes, mantendo sempre presente a identidade e missão da ESSE, que é apoiar e favorecer mudanças no quadro educacional do país e em outros contextos, tendo como princípio norteador do seu trabalho o respeito à cultura e às características de cada instituição, visando uma formação humana integral.

 

Para realizar com sucesso suas atividades, é preciso que cada líder saiba:

 

O Gerente de Projeto tem uma atuação mais ampla que o Líder, já que é liderança de uma equipe onde há associados em diversas frentes, além de atuar como elo de comunicação entre o cliente e a equipe gerenciada. Nessa função, o Gerente, também precisa desenvolver competências específicas e importantes para um bom gerenciamento, como orientar a equipe de consultores como uma comunidade de aprendizagem, respeitando o nível de compreensão de cada associado e favorecendo a estes insumos para ampliá-lo, transformá-lo e ajustá-lo, alinhando o desenvolvimento do grupo; ficar atento quanto à realização das ações do grupo, lembrando-o que a ESSE Consultoria tem a sua missão e a sua identidade própria que lhe caracterizam e sustentam as ações realizadas por qualquer parceiro a que ela faça parte.

 

Outro aspecto importante para a atuação do Gerente de Projeto é quanto ao seu olhar sobre a equipe gerenciada que deve ser atento, relativo e amplo para que seja possível a previsão de situações ainda não ocorridas, o gerenciamento de prováveis conflitos e desafios e a identificação de obstáculos para, se necessário, analisar e reordenar as tarefas. Sendo assim, a parceria, confiança e apoio entre esse profissional e a sua equipe devem ser preservados nessa relação, já que todos os acontecimentos precisam ser socializados, discutidos e resolvidos em grupo e pelo grupo e não no individual.

 

É notório que a atuação dos educadores em Organizações têm se ampliado devido às demandas sociais que agora exigem profissionais mais atuantes, reflexivos, autônomos, que compreendam o histórico e representem no seu fazer a identidade da organização a qual fazem parte. Por isso, uma questão relevante para a formação e a atuação do Gerente e dos líderes que atuam como consultores dizem respeito ao entendimento dos comportamentos humanos no contexto organizacional, tendo em vista que toda atuação está pautada na dimensão humana, ou seja, no ser integral e integrado, na vida.

 

*Pedagoga, Consultora Internacional da ESSE Consultoria, da equipe de “Formação de Educadores e Sistematização de Tecnologia Pedagógica”, com especialização em Psicopedagogia.

a.limaverde@yahoo.com.br

 

voltar

Sobre a ESSE

 

Com o provérbio latim Ab esse ad posse – De ser, a saber – da existência das coisas, podem-se estar certos da sua possibilidade. Aqui está a ESSE e são muitos os seus caminhos.

Esse Consultoria Ltda 2011. Todos os direitos reservados.
Endereço: Av. Tancredo Neves, nº 620
Condomínio Mundo Plaza, sala 1005
Caminho das Árvores - Salvador - BA
Telefone: 71 3036-3009